Consórcio Revitaliza

O Consórcio Revitaliza fará o estudo de viabilidade da revitalização do Cais Mauá, em Porto Alegre. Composto por oito empresas, ele venceu o processo que selecionou o responsável pela modelagem do projeto de desestatização e pela preparação da licitação, a ser realizada pelo governo do Rio Grande do Sul, com a publicação de edital. O objeto de estudo, localizado às margens do Guaíba, entre a Usina do Gasômetro e a rodoviária de Porto Alegre, conta com um terreno de 181,3 mil metros quadrados, que pertence ao Estado e se divide nos setores de armazéns, docas e gasômetro. A Apsis Consultoria Empresarial, uma das participantes do Consórcio Revitaliza, selecionado pelo BNDES, terá a responsabilidade de elaborar os laudos de avaliação dos ativos imobiliários na Estruturação Imobiliária do Projeto de Revitalização do Cais Mauá. Com isso, serão estimados os custos de construção e demais investimentos previstos nas etapas de Estudo de Vocação e Masterplan. Os laudos de avaliação dos ativos imobiliários seguirão os dispostos nas normas técnicas da ABNT 14.653-2/2011, bem como no item Avaliação de Bens e no Anexo 12 da ICVM 472. Para cada ativo, serão analisados o terreno e o empreendimento proposto. Equipe Apsis | Rafael Rossetti Apsis na mídia O Consórcio Revitaliza fará o estudo de viabilidade da revitalização do Cais Mauá, em Porto Alegre. Composto por oito empresas, ele venceu o processo que selecionou o responsável pela modelagem do projeto de desestatização e pela preparação da licitação, a ser realizada pelo governo do Rio Grande do Sul, com a publicação de edital. O objeto de estudo, localizado às margens do Guaíba, entre a Usina do Gasômetro e a rodoviária de Porto Alegre, conta com um terreno de 181,3 mil metros quadrados, que pertence ao Estado e se divide nos setores de armazéns, docas e gasômetro. A Apsis Consultoria Empresarial, uma das participantes do Consórcio Revitaliza, selecionado pelo BNDES, terá a responsabilidade de elaborar os laudos de avaliação dos ativos imobiliários na Estruturação Imobiliária do Projeto de Revitalização do Cais Mauá. Com isso, serão estimados os custos de construção e demais investimentos previstos nas etapas de Estudo de Vocação e Masterplan. Os laudos de avaliação dos ativos imobiliários seguirão os dispostos nas normas técnicas da ABNT 14.653-2/2011, bem como no item Avaliação de Bens e no Anexo 12 da ICVM 472. Para cada ativo, serão analisados o terreno e o empreendimento proposto. Equipe Apsis | Rafael Rossetti Apsis na mídia 
+ posts

Share this post

Comments (4)

  • Joaquim Ezequiel de Oliveira Junior Reply

    Projeto de grande relevância.

    18/05/2021 at 08:07
    • Mariana Haritoff Reply

      Obrigada pelo comentário.

      20/05/2021 at 15:04
  • Rossanna Reply

    Mariana, qualquer construção permanente em áreas de margens de rio apresentam riscos de desastres naturais. Em Porto Alegre todos sabemos que temos enchentes. Estes fatores de riscos estão sendo levantados? Grata.

    30/09/2021 at 10:24
    • Mariana Haritoff Reply

      Prezada, Rossanna,
      Agradecemos vosso comentário.
      Todos os riscos naturais foram analisados e estão sendo considerados no estudo que esta sendo realizado.

      04/10/2021 at 10:08

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.