Mercado de carbono – atualize-se para a empreitada global

A última conferência dos países signatários para um acordo global do clima, ou COP26, terminou na última sexta-feira com muitos pontos positivos.

Em uma decisão histórica, a COP26 aprovou o artigo 6º do Acordo de Paris e criou o mercado internacional de carbono. Tais fatos podem beneficiar muito o Brasil, que se apresenta como uma das maiores potências desse mercado.

Entre os pontos principais, há que se destacar a possiblidade de aproveitar créditos do Protocolo de Kyoto para projetos registrados após 2013, além da chamada regra dos ajustes correspondentes, segundo a qual países geradores de créditos precisam ajustar sua meta de Contribuição Nacionalmente Determinada (NDC), evitando, assim, a dupla contagem.

Vale ressaltar aqui a carta emitida pelo Brasil durante o evento, retificando suas metas de NDC apresentadas em 2020, com projeções mais ambiciosas de neutralização total das emissões, que será alcançada em 2050, em vez de 2060 (compromisso anterior). O fato de o Brasil estar participando desse mercado global é uma grande vitória e deverá alavancar de vez os créditos de carbono no país, com tendência de valorização em curto, médio e longo prazos.

Entendemos que o fortalecimento do mercado de carbono regulado, agora em nível global via NDCs, permitirá que o setor privado crie mecanismos para negociação desse tipo de “commodity”, criado com o único objetivo de mitigar os impactos decorrentes da atividade humana na atmosfera.

A Apsis pode ajudar você em todas as etapas do processo, desde a elaboração e o registro do projeto até o monitoramento e a comercialização. Entre em contato conosco para avaliar se o seu negócio é elegível para projetos geradores de créditos de carbono e participe dessa empreitada global. A Apsis atua em parceria com a Eco-business nesse mercado, dispondo de um sólido know-how para desenvolvimento dos projetos e acesso aos potenciais compradores e financiadores.

Time Apsis

+ posts

Compartilhar este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *