Após recusar oferta da JBS, Sara Lee estuda dividir empresa

SÃO PAULO – A Sara Lee avalia dividir a empresa em duas, separando seus negócios de alimentos e de café, depois que as discussões em torno da oferta de compra da companhia feita pela brasileira JBS não avançaram. A decisão pode ser tomada até o fim do mês.

Segundo fontes próximas à companhia, as conversas com a JBS, maior frigorífico do mundo, não evoluíram desde o mês passado, quando a Sara Lee manifestou insatisfação com a proposta feita pela brasileira.

Conforme apurou o Valor, as conversas entre as duas empresas tiveram início há cerca de seis meses e a JBS estaria, inicialmente, interessada em adquirir toda a operação do grupo americano, que envolve indústrias e marcas de chá e café na Europa e Brasil, os negócios de food service e as empresas de alimentos industrializados, com forte presença nos Estados Unidos.

A informação apurada em dezembro era que a JBS teria proposto pagar entre US$ 17,40 e US$ 17,60 por ação. A Sara Lee, no entanto, queria entre US$ 20 e US$ 20,50 por ação.

O alto valor do negócio, no entanto, despertou preocupação de analistas e investidores com o aumento expressivo do grau de alavancagem do JBS, que coleciona um extenso currículo de aquisições no exterior. A Sara Lee tem um valor de mercado de US$ 11 bilhões, enquanto a JBS vale cerca de US$ 10 bilhões.

A divisão da Sara Lee em duas poderia ser a saída para tornar o negócio viável e permitir uma retomada das negociações a partir do fim de janeiro. Nenhuma das duas companhias quis comentar o assunto.

(Téo Takar | Valor, com agências internacionais)

+ posts

Compartilhar este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *