Banco japonês quer investir em parques industriais e Copa do Mundo

O coordenador-geral da Rede Nacional de Informações sobre o Investimento (Renai), Eduardo Celino, informou nesta segunda-feira (7) que, após reunião com representantes do Mizuho Corporate Bank, que há interesse do banco japonês em investir em parques industriais e na Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

“Os japoneses informaram que têm grande interesse em parques industriais e na Copa do Mundo de 2014. O contato com esses investidores tem aumentado progressivamente. Para se ter uma ideia, o Japão é o segundo país que mais acessa o site Renai, o primeiro é Portugal”, informou Celino. A Renai é ligada à Secretaria de Desenvolvimento da Produção (SDP) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

De acordo com o coordenador-geral do Renai, ficou definido que informações sobre os projetos em infraestrutura serão disponibilizadas para que o banco Mizuho possa divulgar para as empresas do Japão. Ao final do encontro, foram entregues relatórios de projetos de investimentos específicos, informou ele.

“Após a análise desses projetos, o banco ficou de informar quais empresas japonesas despertaram maior interesse em investir. A Renai colocou-se à disposição para fornecer novas informações para facilitar o acesso às oportunidades de investimento”, disse Celino.

O pedido de reunião, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento, partiu dos próprios japoneses em razão do "crescente interesse" de empresas do país nas "condições e oportunidades" de investimentos no Brasil.

Segundo o governo brasileiro, os representantes do banco japonês mencionaram ter poucas informações sobre os parques industriais brasileiros e informaram, ainda, que o banco Mizuho pretende aumentar o número de empresas do Japão atuando e investindo no Brasil, uma vez que, na Índia e na China, esse número seria mais alto.

(Portal G1)

+ posts

Compartilhar este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *