Banrisul inicia operações para a bandeira Mastercard

SÃO PAULO – A Cielo e a Redecard ganharam hoje um novo concorrente. O Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul) anunciou na manhã de hoje, em Porto Alegre, o início oficial de suas operações de credenciamento para a bandeira Mastercard. O banco projeta crescimento de 35% nos volumes movimentados com cartões este ano, segundo seu presidente, Rubens Bordini.

O Banrisul tem uma rede de 100 mil lojistas credenciados, que vão poder aceitar agora também os cartões de crédito e débito da Mastercard. A primeira operação de captura de uma transação foi feita ontem, às 8h36. "Foram sete meses de trabalhos para adaptar nossa rede, que envolveram 60 pessoas", diz o executivo. O banco gaúcho recebeu em julho do ano passado a licença da Mastercard para credenciar lojistas em seu nome e capturar transações. O banco já pediu licença para trabalhar com a Visa e a bandeira regional VerdeCard.

A rede do Banrisul aceitava até o momento apenas os cartões Banricompras, bandeira própria de cartões do banco gaúcho. No ano passado, esses plásticos fizeram 70,9 milhões de operações, que movimentaram R$ 4,8 bilhões. Se comparados com o ano anterior, os números foram superiores em 15,8% e 25%, respectivamente.

O vice-presidente da Mastercard para a América Latina, Horst Muller, destaca que, com a parceria, a bandeira reforça sua presença na Região Sul e passa a ser aceita por lojistas que não trabalhavam com bandeiras internacionais. "Muitos desses estabelecimentos vão aceitar os cartões da Mastercard pela primeira vez." O Banrisul será o quarto credenciador da Mastercard no Brasil. Os outros são Cielo, Redecard e Santander.

Para incentivar as transações com os cartões da Mastercard, o lojista terá desconto no aluguel do terminal que faz a captura (POS), estratégia que já é adotada pela Cielo e Redecard. A bandeira vai oferecer aos lojistas credenciados a participação no "Programa Surpreenda". Quanto mais transações o estabelecimento comercial fizer com o cartão da marca, mais pontos ele ganha. Esses pontos podem ser trocados por produtos para o local, como cardápios e copos.

A CSU CardSystem foi contratada pelo Banrisul para prestar os serviços de processamento e liquidação das operações capturadas em seus terminais. A empresa investiu R$ 40 milhões e criou a plataforma CSU.Acquirer para atuar no segmento de prestação de serviços para adquirentes.

(Altamiro Silva Junior l Agencia Estado)

+ posts

Compartilhar este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *