BM&F Bovespa espera forte retorno do IPOs no segundo semestre

São Paulo – O segundo semestre do ano pode marcar o retorno dos IPOs (Ofertas Públicas Iniciais, na sigla em inglês) na BM&F Bovespa (BVMF3), disse o diretor-presidente da bolsa, Edemir Pinto. Durante o primeiro semestre, afetado pela crise europeia, apenas 7 empresas abriram o capital e outras 6 realizaram novas ofertas. "Frustrou a expectativa da bolsa e do mercado inteiro", afirmou durante a cerimônia de estreia das novas ações do Banco do Brasil (BBAS3).

Segundo o executivo, a crise europeia já está precificada e a oferta do BB, que movimentou quase 9 bilhões de reais, "mostra o apetite que o estrangeiro tem pelo mercado brasileiro". "Teremos um segundo semestre melhor que o primeiro. Temos entre 20 e 30 iniciativas na mesa", destacou. Edemir reiterou também a intenção da bolsa de conquistar novas 200 companhias de pequeno e médio porte na bolsa nos próximos cinco anos. "O segmento Bovespa Mais é o nosso alvo", explicou.

Criado em 2005, o Bovespa Mais tem a proposta de atrair pequenas e médias empresas para a bolsa brasileira. Até agora, apenas os papéis da Nutriplant (NUTR3M), fabricante de micronutrientes, operam no ambiente. Apesar de poucas ofertas em 2010, o número já supera o desempenho visto em 2009, quando 6 empresas venderam ações pela primeira vez.

Gustavo Kahil, de EXAME.com
 

+ posts

Compartilhar este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *