BNDES tem mais de R$ 600 milhões para investimentos em hotéis

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou até o momento apenas três operações dentro do ProCopa Turismo, programa destinado a estimular a ampliação e modernização da rede hoteleira nas cidades que sediarão jogos da Copa de 2014 e a Olimpíada de 2016.

Lançado em janeiro de 2010 com orçamento de R$ 1 bilhão, o ProCopa Turismo tem em carteira até o momento R$ 384 milhões em financiamentos. Ou seja, a linha especial de crédito para a construção e reforma de hotéis ainda tem à disposição R$ 616 milhões.

Os três primeiros financiamentos aprovados, no valor de R$ 178,5 milhões, foram para o Rio de Janeiro: a reforma do Hotel Glória, e a construção de duas unidades do Hotel Íbis, uma em Copacabana e outra em Botafogo, no Rio.

Segundo o BNDES, outros projetos em fase de análise somam R$ 205,5 milhões. O banco não informa o número total de operações sob consulta.

“Se levarmos em conta as contrapartidas a serem dadas pelos empreendedores para a concretização dos projetos, o valor de R$ 384 milhões corresponde a R$ 652,4 milhões de investimento”, informa o BNDES.

O prazo de pagamento dos projetos enquadrados no Procopa Turismo pode chegar a 15 anos para os hotéis novos e o custo do financiamento varia de Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), hoje em 6% ao ano, mais um spread de 0,9% a 3,5% ao ano, dependendo da empresa tomadora dos recursos.

O Hotel Glória, do Grupo EBX, receberá R$ 146,5 milhões. O total do investimento na obra é de R$ 260 milhões e a previsão é de que a obra esteja pronta no início de 2012. As obras incluem uma reforma completa do hotel e o restauro da fachada, que terá seu desenho original de 1922 recuperado.

Os novos Ibis Copacabana e Botafogo serão erguidos por um empreendimento da Galwan Construtora e da Bugarim, em parceria com a rede mundial de hotéis Accor. Para o primeiro, o BNDES destinou R$ 11,6 milhões; para o segundo, R$ 20,3 milhões.

“No Brasil, a maioria dos nossos empreendimentos são feitos com parceiros locais. E linhas como essa do BNDES, com taxas mais flexíveis, facilitam as condições de investimentos”, diz Gilles Gonzales, diretor de Desenvolvimento Accor América Latina.

O Ibis Copacabana terá 122 quartos e ocupará um prédio de oito andares em 5 mil metros de área construída. A participação do BNDES será de 100% no item máquinas e equipamentos e de 80,7% nos demais itens financiáveis do programa. A expectativa é de que o hotel esteja pronto em um ano.

O Ibis Botafogo terá em 240 unidades e pouco mais de 10 mil m2 de área construída, e a inauguração está prevista para maio de 2012.

(Portal G1)

 

+ posts

Compartilhar este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *