Cielo deve investir R$ 500 milhões em 2015 em terminais

A Cielo espera investir outros R$ 500 milhões na compra de terminais que capturam transações com cartões de crédito e débito (POS, na sigla em inglês), segundo o presidente da companhia, Rômulo de Mello Dias.

O montante, conforme ele, é o mesmo já desembolsado em 2014 para esse fim.

O presidente da Cielo afirmou, em teleconferência com a imprensa, que, apesar de menor, o crescimento da indústria de cartões será “interessante” em 2015.

O executivo espera que o segmento avance entre 11% e 13% em termos de volume, faixa abaixo dos cerca de 15,5% estimados para 2014 – os dados oficiais ainda não foram divulgados.

Para o volume financeiro nos cartões de débito, Dias projeta aumento de 13% a 15% e de débito de 9% a 11%.

“O crescimento do setor de cartões em 2015 será menor, mas interessante, principalmente, quando comparado a outros setores da economia”, reforçou Dias.

Ele disse que 2015 é um ano desafiador e de ajustes em meio à desaceleração econômica e que o setor de cartões e, consequentemente, a Cielo não ficará imune após três ou quatro anos de baixo crescimento do Produto Interno Bruto (PIB).

Segundo o executivo, o menor avanço da economia atinge todos os setores e não um específico.

Sobre concorrência, o presidente da Cielo afirmou que a competitividade vem de todos os lados, mas que a Cielo está preparada tendo em vista os investimentos programados e os já realizados.

“Espero que em 2016 o Brasil volte a apresentar taxa de crescimento mais robusta. Ao voltar a crescer em níveis maiores, por conseguinte, teríamos impacto positivo na indústria de meios de pagamento”, concluiu ele.

(Aline Bronzati | Exame)

+ posts

Compartilhar este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *