Colgate compra Sanex da Unilever

A Colgate-Palmolive anunciou ontem a aquisição da marca Sanex, de desodorantes e sabonetes líquidos, controlada pela anglo-holandesa Unilever, por € 672 milhões. A transação expandirá a sua linha de cuidados pessoais na Europa.

Paralelamente, a Unilever informou a compra da unidade de produtos de limpeza de roupas da Colgate na Colômbia, por US$ 215 milhões. A operação inclui a aquisição das marcas Fab, Lavomatic e Vel – nenhuma é comercializada hoje no Brasil.

A empresa americana vem afastando seu foco de atuação dos produtos de limpeza de roupas para se concentrar em categorias como cuidados pessoais, higiene bucal e nutrição de animais de estimação.

"A aquisição fortalecerá as posições da Colgate nas categorias de desodorantes e sabonetes líquidos em vários países-chaves na Europa e todos nossos negócios de cuidados pessoais na região", disse o executivo-chefe da Colgate, Ian Cook.

Além da marca de pastas de dente, a Colgate é dona dos sabonetes antibacterianos Protex e dos sabonetes líquidos Palmolive, ambos comercializados no país. Fora do Brasil, a companhia vende itens como os sabonetes Irish Spring e a linha pós-barba Skin Bracer.

A Unilever havia comprado a Sanex da Sara Lee em 2009, como parte de uma aquisição mais ampla, que também incluiu a marca de gel de cabelo Brylcreem e de espuma para banho Radox.

As autoridades reguladoras europeias determinaram a venda da marca Sanex como condição para aprovar a aquisição pela Unilever. As operações da Sanex incluem sabonetes líquidos corporais e desodorantes vendidos principalmente na Europa Ocidental. No Brasil, a linha Sanex não é comercializada.

A Colgate calcula que o negócio aumentará o lucro líquido em 4% em 2011, com a venda das marcas na Colômbia, e em 1% em 2012. A Unilever não apresentou estimativas a respeito.

O executivo Michael Polk, presidente de categorias da Unilever, disse que a operação de compra das marcas de detergente em pó na Colômbia "melhorará significativamente a posição [da empresa] em um dos maiores mercados de detergentes da América Latina".

O anúncio das empresas acontece num momento em que a Colgate, a Unilever e outras fabricantes de bens de consumo se deparam com o aumento nos preços das commodities e novas pressões nos custos, levando as companhias a buscar novos ganhos de sinergia. (Com Redação)

(AP | Valor)

 

+ posts

Compartilhar este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *