G4S faz segunda aquisição no Brasil

O potencial de negócios gerado pelo mercado brasileiro com a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016 animou a G4S, líder global em serviços de segurança, a reforçar a presença no país. Em três meses, a empresa anunciou a compra de duas companhias de segurança privada no Brasil, a Instalarme, que mudou de mãos em junho, e a Plantech, cuja aquisição de 51% das ações foi anunciada ontem.

Com sede no Reino Unido, a G4S está presente em mais de 110 países e faturou 7 bilhões de libras esterlinas (cerca de US$ 11 bilhões) em 2009. Segundo comunicado divulgado ontem pela companhia, o Brasil é o quinto maior mercado de segurança do mundo. "Eles estavam avaliando o setor no país há pelo menos oito anos", diz Daniela Tavares, sócia do escritório de advocacia Machado Meyer, que assessorou as duas aquisições.

Segundo a advogada, a G4S vinha acompanhando o mercado nacional e as mudanças na legislação brasileira, até que a crise mundial estourou em 2008 e retardou a entrada da empresa no país. A adoção da pulseira eletrônica por condenados que cumprem pena em regime semiaberto ou em prisão domiciliar – cuja lei entrou em vigor no Brasil em junho – favorece a G4S, que oferece esse tipo de solução.

No comunicado, a G4S, que tem ações na Bolsa de Valores de Londres, informa que pretende atingir faturamento de aproximadamente US$ 78 milhões no Brasil até 2012. As operações da G4S no país serão conduzidas por Helio Ferraz e Fernando Haaland, atuais presidente e diretor financeiro, respectivamente, da Plantech, que continuam sócios da multinacional na empresa.

Com aproximadamente 400 funcionários e sede em São Paulo, a Plantech faturou cerca de US$ 16 milhões no primeiro semestre deste ano. Sua atuação é dividida em quatro áreas: instalação de sistemas de segurança (como monitoramento por vídeo e detecção de invasão); sistemas de gestão de edifícios (condomínios comerciais, industriais, estações de metrô e aeroportos); manutenção dos sistemas de segurança e o monitoramento do consumo de energia.

A Instalarme, adquirida em junho, vende principalmente sistemas de segurança para o mercado financeiro. Com sede em Araras (SP) e empregando 365 funcionários, tem os maiores bancos do país como clientes.
 
(Daniele Madureira | Valor)

+ posts

Compartilhar este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *