Grupo MM faz oferta por lojas do Baú Crediário no Paraná e em SC

O Grupo MM Mercado Móveis fez uma oferta pela operação da Lojas do Baú Crediário, do Grupo Silvio Santos, nos estados de Santa Catarina e Paraná, disse Márcio Pauliki, superintendente da rede varejista, que tem 140 lojas nesses dois estados.

O Grupo Silvio Santos foi contatado pelo Grupo MM em novembro, logo após obter um empréstimo de R$ 2,5 bilhões para resgatar o Banco Panamericano SA.

“Quando o Panamericano levou esse rombo de 2,5 bi, a primeira coisa que eu imagino que eles tenham segurado é o crédito”, disse Pauliki em entrevista por telefone de Itajaí, em Santa Catarina. “E, se você segura o crédito para uma rede de varejo, é o começo do fim”.

Segundo Pauliki, o Grupo Silvio Santos deve entrar em contato com o MM amanhã para definir como devem se desenrolar as negociações.

A oferta do Grupo MM é pelas cerca de 80 lojas do Baú no Paraná e em Santa Catarina e pela base de dados de clientes nesses estados, disse Pauliki, sem revelar o preço de oferta. Outras redes, como a mexicana Grupo Elektra SA e a Nova Casas Bahia SA, controlada pela Cia. Brasileira de Distribuição Grupo Pão de Açúcar, também estão interessadas nas lojas do Baú, disse Pauliki.

O Baú Crediário “não recebeu nenhuma proposta formal até o momento”, disse Mércia Ribeiro, assessora de imprensa externa da empresa, em entrevista por telefone.

“Nós não temos a pretensão de ser uma rede nacional pelo menos nos próximos anos, mas sim ser a grande regional”, disse Pauliki.

O Grupo MM quer ampliar sua rede para 200 lojas em 2012 por meio de aquisições e de crescimento orgânico. O objetivo é ganhar escala e aumentar sua receita líquida de R$ 400 milhões, no fim de 2010, para R$ 1 bilhão até 2014, disse Pauliki.

(Portal Exame)

 

+ posts

Compartilhar este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *