GVT vai investir R$ 1,73 bilhão em 2011

A GVT pretende investir R$ 1,73 bilhão no país em 2011, principalmente no início da operação comercial no Rio de Janeiro. Em 2010 foram R$ 1,4 bilhão investidos no país, dos quais R$ 100 milhões na preparação para operar no Rio de Janeiro. Na capital fluminense serão atendidos inicialmente 21 bairros nas zonas sul, norte e oeste, que estarão aptos a receber os serviços de telefonia fixa e banda larga.

A operadora tem previsão de investir R$ 300 milhões na capital fluminense para expandir os negócios, com mais 13 bairros atendidos até o fim do ano, aumentando a cobertura de 15% do mercado da capital, com 80 mil acessos, para 30% no fim do ano e 50% em 2012. Em Niterói, cidade da região metropolitana a cobertura saltou de 30% no início das operações, em outubro, para os atuais 60%.

O principal atrativo da GVT para o crescimento da cobertura está nos pacotes de fornecimento de banda larga. O presidente da companhia, Amos Genish, ressaltou que a principal vantagem da rede da empresa é o tempo de instalação, que permite custos de manutenção mais baixos.

"A GVT tem preços bons porque a rede é nova e o custo de manutenção é baixo. E a gente repassa isso para o consumidor", frisou Genish.

Em Niterói, 97% dos clientes de banda larga têm contratos de pelo menos 10 megabites de velocidade e Genish fez questão de frisar que a preocupação da companhia é oferecer preços cadentes e pacotes variados para os diferentes usuários.

Desde 2006 a empresa consegue reduções expressivas no valor do megabyte cobrado do consumidor, uma queda que vai de R$ 107,80 em 2006 para R$ 6,99 no ano passado e a expectativa de atingir R$ 3 até 2012.

(Rafael Rosas | Valor)

+ posts

Compartilhar este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *