Hospital Samaritano atrai interesse de D’Or, Amil e fundos KKR e Advent

O hospital Samaritano, localizado no bairro de Higienópolis, em São Paulo, virou alvo de disputa de grandes redes de saúde e fundos de investimentos, apurou o ‘Estado’. O Samaritano mantinha conversas exclusivas com Hospital Albert Einstein, que não avançaram. Com isso, abriu-se caminho para a Rede D’Or, Amil (controlada pela americana United Health) e fundos de investimentos, entre eles o KKR e o Advent, disputarem o hospital, de acordo com fontes familiarizadas com o assunto.

As negociações estão em andamento. No entanto, para que possa receber um aporte ou mesmo mudar de controle, o Samaritano, que é uma instituição filantrópica, precisa se tornar uma sociedade com fins lucrativos. O valor do negócio ainda não teve o martelo batido, mas está estimado cerca em R$ 1 bilhão, segundo fontes.

“O Hospital Albert Einstein estava em conversas exclusivas, mas deixou o negócio escapar. Para o Einstein, o Samaritano seria muito estratégico porque boa parte da comunidade judaica mora na região. Além disso, é considerado um hospital ‘top de linha’ e está localizado em uma área central”, disse uma fonte com conhecimento no assunto.

Fundado em 1894, o Samaritano é considerado um hospital de referência, com pronto-atendimento, medicina diagnóstica, além de importantes núcleos de especialização em saúde, como em cardiologia, neurologia, oncologia, urologia e transplantes.

Leia a matéria na íntegra em www.economia.estadao.com.br

(Mônica Scaramuzzo e Fernando Scheller | Estadão)

+ posts

Compartilhar este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *