John Deere investe R$ 60 milhões em Goiás

SÃO PAULO – A unidade que a americana John Deere tem em Catalão (GO) e produz atualmente apenas colhedoras para cana-de-açúcar passará a fabricar também pulverizadores. Para isso, a planta receberá durante os próximos quatro anos investimentos de R$ 60 milhões para ampliar sua estrutura e elevar sua capacidade produtiva.

Com o investimento na linha de pulverizadores, a empresa fecha um ciclo passa a ter todo seu sistema de produtos mecanizados produzidos no Brasil. Atualmente, os pulverizadores comercializados pela John Deere no mercado nacional são importados.

"Nacionalizar a produção faz parte do nosso projeto de aumentar a produtividade da lavoura dos clientes, reduzir os custos operacionais e de investimentos, independentemente do tamanho da propriedade agrícola", afirma Alfredo Miguel Neto, diretor de assuntos corporativos para a América do Sul da John Deere.

Ao nacionalizar o produto importado, a multinacional consegue incluir a máquina nas linhas de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Apesar de ter unidades em Montenegro (RS), onde fabrica tratores, e também em Horizontina (RS), de onde saem colheitadeiras e plantadeiras, Catalão, segundo Miguel Neto, reúne características estratégicas que pesaram no momento da decisão. O executivo lembra que a posição geográfica de Goiás, as condições logísticas favoráveis e a disponibilidade de mão de obra pesaram no momento de direcionar o investimento para a ampliação.

A John Deere não revela qual o volume de vendas que tem hoje de seus pulverizadores importados, nem a capacidade de produção de sua nova linha. A única informação até o momento é que as primeiras unidades estarão no mercado em 2012. "Esses são números estratégicos. Ainda estamos analisando o mercado para saber quais pulverizadores serão produzidos", diz Miguel Neto.

(Alexandre Inacio | Valor)

 

 

+ posts

Compartilhar este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *