Mercado de esmaltes cresce no Brasil

São Paulo – O Brasil é o segundo mercado mundial de esmaltes – atrás apenas dos Estados Unidos, segundo a Euromonitor. "Como vivemos em um clima tropical, no Brasil é um mercado de 20 dedos, não é de 10 dedos como na Europa", disse João Carlos Basílio, presidente da associação brasileira da indústria de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos (Abihpec) referindo-se ao fato de as mulheres usarem mais chinelos e sandálias no Brasil do que em países mais frios.

O crescimento observado nesse mercado brasileiro desde 2004 ocorreu por causa da incorporação das classes C e D ao consumo, segundo o presidente da Abihpec. Em 2010, até abril, foram vendidas 65,8 milhões de unidades no país, segundo a Nielsen. A variação em volume de vendas foi de 17,8% na comparação entre o primeiro quadrimestre de 2010 e o mesmo período em 2009. Em termos de valor, o crescimento foi de 32,3%.

(Beatriz Olivon | Portal Exame)
 

+ posts

Compartilhar este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *