Prédios novos de Niterói terão que reciclar água

Todos os novos prédios de Niterói com mais de 500 metros quadrados de área construída serão obrigados a adotar um sistema próprio para reutilizar as chamadas “águas cinzas” (dos chuveiros, das pias dos banheiros e das máquinas de lavar roupa) nos vasos sanitários, para regar jardins e lavar calçadas e áreas comuns. A exigência consta de lei, cujo projeto é de autoria do presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Bagueira (PPS), que foi sancionada pelo prefeito Jorge Roberto Silveira e publicada no Diário Oficial. Com a entrada em vigor da nova norma, Niterói passa a ser uma das primeiras cidades do país a ter uma lei específica para reutilização de água.

A previsão é que não só o meio ambiente saia ganhando. Os prédios que adotarem o sistema deverão ter uma economia de 40% a 50% na conta de consumo de água, uma das maiores despesas de condomínios atualmente. Mesmo antes de ser criada a lei, alguns edifícios de Niterói já haviam adotado o sistema, instalando, durante a construção, uma espécie de miniestação de tratamento de esgoto, que recolhe as “águas cinzas”, faz o tratamento e as distribui através de canalização específica.

(Paulo Roberto Araujo l O Globo)

+ posts

Compartilhar este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *