Previ vende imóvel do Hospital Matarazzo por R$ 117 milhões

Grupos WWI e Allard são os compradores da área de 27 mil metros quadrados, em São Paulo, que deve receber um hotel de luxo.

A Previ anunciou nesta terça-feira a venda do imóvel que abrigou o antigo Hospital Matarazzo por R$ 117 milhões. Desativado desde 1993, o hospital está localizado em um terreno de 27 mil metros quadrados, em uma região nobre de São Paulo. Os compradores, os grupos WWI e Allard, devem construir um hotel de luxo no local.

O grupo francês Allard é reconhecido pela sua atuação no mercado de altíssimo luxo. Eles devem investir cerca de R$ 500 milhões para transformar o terreno do antigo Hospital Matarazzo no primeiro hotel seis estrelas do Brasil, segundo apurou Guilherme Barros, colunista do iG.

“A desalienação do imóvel foi resultado da elaboração de um plano negocial minucioso devido a complexidade do ativo, relativa a questões tais como o tombamento da edificação e sua importância histórica para a população”, informou a Previ, em comunicado.

O novo projeto para utilização do edifício deve respeitar as características arquitetônicas do imóvel.

A Previ é proprietária do imóvel desde 1996 e começou a buscar interessados em adquirir o complexo desde 2005. Além da Allard, a Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP) também manifestou interesse no empreendimento.

Os grupos Allard e WWI já efetuaram o pagamento à Previ.

(Marina Gazzoni l iG)

+ posts

Compartilhar este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *