Renner compra controle da Camicado por R$ 157 milhões

PORTO ALEGRE – A Lojas Renner anunciou ontem à noite a aquisição de 100% do controle da Maxmix Comercial, dona da rede varejista Camicado Houseware, que opera no segmento de utilidades domésticas com 27 pontos de venda em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal, Goiás, Paraná e Rio Grande do Sul. A Renner pagará R$ 157 milhões, sendo R$ 104,5 milhões à vista, mais R$ 37,5 milhões divididos em três parcelas mensais, corrigidas pelo IGP-M, e R$ 15 milhões para pagamento ao longo de cinco anos, corrigidos pelo CDI. Os valores são líquidos da dívida estimada da companhia de R$ 8 milhões. A operação ainda depende de aprovação na assembleia geral extraordinária marcada 4 de maio.

A Camicado teve receita líquida de R$ 127,6 milhões em 2010, com crescimento de 16,2%, e lucro líquido de R$ 1,1 milhão. A previsão da Renner é que a companhia alcance receita de R$ 621 milhões em 2015.

Em novembro do ano passado, o diretor-presidente da Renner, José Galló, adiantou ao Valor que os planos de expansão para os próximos anos incluíam a retomada das vendas de produtos de bazar, cama, mesa e banho, que haviam sido abandonadas em 2003, quando a empresa decidiu focar o negócio em vestuário e acessórios.

Galló também havia informado que a operação exigiria a aquisição de uma rede especializada no segmento de utilidades domésticas ou a criação de uma bandeira específica porque as lojas atuais não teriam espaço para os produtos.

Em 2008 a Renner também havia fechado um acordo para comprar a Leader, varejista com sede no Rio de Janeiro e lojas também nos Estados do Espírito Santo, Minas Gerais, Pernambuco, Sergipe e Alagoas. Além dos segmentos de moda feminina, masculina e infantil, nos quais a Renner também atua, a varejista fluminense vende artigos de cama, mesa e banho, brinquedos e utilidades domésticas, mas o negócio foi cancelado em outubro daquele ano, depois do estouro da crise internacional.

Em nota, a Renner afirmou que com a compra "dará mais um passo na sua estratégia de crescimento e consolidação dos negócios no setor de varejo no Brasil". Segundo a empresa, o mercado de casa e decoração tem um potencial de consumo de R$ 15,7 bilhões por ano no país devido ao aumento da renda da classe média e à expansão do setor da construção.

A Renner pretende manter a independência jurídica e operacional das duas empresas, mas disse que vai usar as áreas de apoio na gestão da Camicado.

(Sérgio Bueno | Valor)

+ posts

Compartilhar este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *