Seae recomenda aprovação de compra da Quattor pela Braskem

SÃO PAULO – A Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae) concluiu um parecer favorável à compra do controle da petroquímica Quattor pela Braskem. O órgão ligado ao Ministério da Fazenda recomendou a aprovação do negócio sem restrições ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A transação, anunciada em janeiro deste ano, envolve a venda da fatia de 60% que era detida pela Unipar na Quattor, após um acordo com a Odebrecht e a Petrobras, sócias na Braskem.

A Seae diz que constatou baixa possibilidade de concentração de mercado em decorrência desse acordo, dada a baixa participação das empresas nos mercados internacionais e “questões técnicas” inerentes à indústria petroquímica.

No total, foram analisados sete mercados relevantes na primeira geração petroquímica e mais três na segunda geração, além de outros onze mercados laterais dessa indústria.

A secretaria, no entanto, preferiu não dar um parecer conclusivo sobre as alterações de gestão no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) previstas no acordo de acionistas.

Vale lembrar que a Braskem – controlada pela Odebrecht – assumiu o compromisso de se tornar sócia da Petrobras em projetos de primeira e segunda geração petroquímica nesse complexo – o que teria sido uma das condições colocadas pela estatal para o fechamento do negócio com a Quattor.

Devido às indefinições envolvendo o modelo, os produtos, a tecnologia e a capacidade de produção do Comperj, a Seae disse que as alterações previstas no acordo deverão ser objeto de nova análise assim que haja uma definição sobre o tema.

(Eduardo Laguna | Valor)

 

+ posts

Compartilhar este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *