Sírio-Libanês abre unidade em Brasília e estuda outras praças

A nova unidade, especializada em oncologia, está sendo erguida em Brasília com um investimento de R$ 6 milhões. Os recursos para o empreendimento com 2,4 mil m2 são do próprio caixa do hospital, que fechou o ano passado com receita de R$ 620 milhões.

"Brasília é uma das três cidades do país que mais envia pacientes ao Sírio. Além disso, a população local tem alto poder aquisitivo e vivemos um momento de crescimento econômico. Tudo isso nos motivou a abrir essa unidade, que terá médicos de Brasília", disse o oncologista Paulo Hoff, coordenador do projeto de Brasília e diretor do Centro de Oncologia do Hospital Sírio-Libanês.

Além de atender os clientes de outras praças, como Norte e Nordeste, a nova unidade será o termômetro para a expansão do Sírio pelo país. "Se o projeto de Brasília tiver sucesso, vamos avaliar uma expansão para outras regiões. Já temos mapeadas as áreas mais interessantes", explicou Hoff. O médico acrescentou que em dois anos é possível avaliar a viabilidade do empreendimento no Distrito Federal.

Hoff não revelou em quais praças o hospital pretende abrir as unidades, mas contou que o Paraná e Minas Gerais são os outros dois Estados brasileiros que mais encaminham pacientes para tratamento oncológico – área em que o Sírio-Libanês é referência. "Não posso contar onde pretendemos expandir por causa da concorrência. Paraná e Minas são importantes, mas não são necessariamente as regiões onde vamos ter unidades", explicou o oncologista.

A empreitada na capital federal faz parte de um amplo processo de expansão do Sírio-Libanês, que está investindo mais de R$ 830 milhões. Desse montante, R$ 600 milhões estão sendo aplicados em seu hospital principal na bairro da Bela Vista, que dobrará de tamanho até 2012.

Outros R$ 200 milhões serão revertidos para a unidade de Campinas, que contará com 150 leitos. O projeto de expansão ainda prevê o Instituto da Mulher, unidade dedicada a doenças da mulher, e um hospital-dia, inaugurado no começo deste mês.

(Beth Koike | Valor)

 

+ posts

Compartilhar este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *