Teknia vai reunir produção no Brasil em nova fábrica

O grupo espanhol Teknia Manufacturing está investindo R$ 20 milhões na construção de uma fábrica no Brasil para concentrar a maior parte da produção local de peças plásticas, estampadas, usinadas e injetadas e conjuntos tubulares para o setor automobilístico. A nova unidade, que começará a operar no segundo semestre de 2011, será construída numa área de 145.200 metros quadrados, em Jacareí (SP), município situado a 80 quilômetros de São Paulo.

Com faturamento global previsto de € 200 milhões em 2010 e 17 fábricas em cinco países, a filial Teknia Tecnotubo opera duas unidades em São Paulo, que serão transferidas para o novo complexo de Jacareí. Os 240 funcionários dessas unidades, segundo o diretor de Estratégia Corporativa da empresa, José Carlos Golin, também serão incorporados à nova fábrica, onde está prevista a contratação de outros 400 empregados.

"Decidimos concentrar nossas atividades em um único local por uma questão estratégica de diluição de custos e também de facilidade logística, pois Jacareí tem uma localização privilegiada, próxima aos principais clientes do grupo Teknia", explica o diretor. A construção da nova fábrica, segundo Golin, atende à necessidade de expansão física das instalações atuais, tendo em vista o crescimento de 10% da demanda em 2010.

A crise econômica mundial, de acordo com o diretor, afetou bastante os negócios da empresa no Brasil a partir do fim de 2008, mas no segundo semestre do ano passado a situação começou a melhorar. Atualmente, segundo Golin, a Teknia detém uma participação de 30% no mercado de peças e conjuntos tubulares. "Nos demais mercados, como usinagem, estamparia e injeção de peças plásticas, ainda não temos uma previsão de participação, pois estaremos iniciando essas novas atividades a partir da unidade de Jacareí", disse.

O diretor adianta, no entanto, que existe uma expectativa de crescimento médio de 10% a 15% nesse mercado e o grupo Teknia está confiante de que possa até mesmo triplicar seu faturamento nos próximos anos com o início da produção da fábrica de Jacareí. "O grupo Teknia quer estar presente nos cinco continentes e vem investindo em mercados como o Brasil, Leste Europeu e Norte da África, além de mais dois escritórios na China onde, provavelmente, terá uma unidade fabril no futuro."

O Brasil, segundo ele, representará algo em torno de 12% do faturamento previsto para 2010. O volume de produção atual é de 850 mil peças mês, mas esse número deve dobrar assim que seja iniciada a operação da nova fábrica. A unidade de Jacareí, localizada às margens da rodovia Presidente Dutra, terá 48 mil metros quadrados e será construída em duas etapas. A primeira fase, que representa 40% do total, ficará pronta em 2011 e a conclusão da obra está prevista para 2015.

O prefeito de Jacareí, Hamilton Ribeiro Mota, comenta que a Teknia poderá se beneficiar da lei de incentivos fiscais do município, que dá isenção de tributos como o IPTU, proporcionalmente ao número de empregos que forem gerados. "A isenção pode chegar a 15 anos para empresas que gerarem mais de 500 postos de trabalho", disse Mota. Além da Teknia, Jacareí também conta com investimentos de grande porte de empresas como a Cebrace, que investiu R$ 390 milhões este ano.

(Virgínia Silveira | Valor)
 
 

+ posts

Compartilhar este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *