As ações que você não vê, mas que os gestores adoram

Exame.com conversou com cinco gestores que contaram suas histórias de investimento em empresas ‘lado b’.

 
Simone Veras

A fabricante do azulejo da sua casa, a empresa que vende seu sapato e a que produziu o relógio que está no seu pulso. Talvez você não saiba, mas provavelmente elas têm ações negociadas na BM&FBovespa, uma boa história de investimento, e chances de te fazer ganhar dinheiro.

Algumas são pouco conhecidas do mercado ou, mesmo com nome forte, estão “fora de moda”, como dizem alguns gestores ouvidos para esta reportagem.
 
Essas empresas, porém, oferecem boas chances de ganho para quem tem paciência para analisar, tempo para investir, e gosto por histórias ‘lado b’.
 
Exame.com consultou cinco gestores especialistas no assunto e que falaram de ações nesse perfil. Não são recomendações, mas uma identificação de papéis que podem trazer bons retornos. Confira:
 
1. Fabio Alperowitch, sócio da FAMA Investimentos
 
“Uma empresa observada mundialmente por 500 analistas fala com todo mundo, todo dia, e você tem pouca chance de descobrir algo que realmente vá fazer diferença na vida da empresa”, diz Alperowitch ao resumir porque busca as ações ‘lado b’. O portfólio da FAMA é composto por 23 empresas. Nenhuma delas faz parte do Ibovespa.
 
Nesse tipo de investimento, naturalmente, o risco de errar sozinho é proporcional ao de acertar sozinho, como lembra Alperowitch. Por isso, um dos pontos definitivos no processo de investimento é a abertura que a empresa dá para o investidor conhecer seu negócio, gestão e números.

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *