Amil estuda aquisições no Brasil para melhorar atendimento

A operadora de planos de saúde Amil estuda realizar aquisições pelo Brasil a fim de aumentar sua capilaridade e atender a clientes das classes alta e média. A afirmação é do diretor superintendente da companhia, Cássio Zandoná. De acordo com ele, a Amil mapeou “todas as oportunidades no país”.
 
"Estamos sempre estudando possibilidades. Se surgir uma boa possibilidade, podemos realizar a aquisição”, disse o diretor.
 
Desde 2009, a Amil fez aquisições das operadoras Medial, Excelsior e ASL, que atuam nas regiões Norte e Nordeste do país.
 
Zandoná disse que a Amil tem recebido convites para atuar em outros países, como Portugal,  mas afirmou que a internacionalização não está nos planos da empresa, por enquanto. Ele explica que a crise na zona do euro demanda contenção de despesas governamentais, que atinge a saúde pública dos países e abre espaços para serviços particulares.
 
Nos anos de 1990, a Amil atuou na Argentina e no Estado americano do Texas, atendendo a brasileiros. Com as sucessivas crises econômicas, no Brasil e na Argentina, a empresa voltou-se apenas para o mercado brasileiro.
 
Oficialmente, a empresa não admite focar seus investimentos em um determinado Estado, mas afirma que o Rio de Janeiro recebe “um aporte volumoso de recursos” devido ao crescimento econômico dos últimos anos e às boas perspectivas, com Copa do Mundo 2014, Jogos Olímpicos 2016 e as atividades do pré-sal.
 
Ao todo, no Estado do Rio estão sendo investidos cerca de R$ 640 milhões, dos quais R$ 500 milhões serão aportados no Hospital das Américas, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da capital. O estabelecimento terá serviços de emergência, internação, centro diagnóstico, consultórios e centro de convenções.
 
Consta também do investimento total no Rio de Janeiro, R$ 20 milhões que estão sendo aplicados em uma área desativada do Hospital da Associação Brasileira Beneficente de Reabilitação (ABBR), para a criação do Hospitalys, especializado em ortopedia e traumatologia. Segundo a Amil, o hospital será inaugurado em maio em parceria com Hospital for Special Surgery, de Nova York.
 
(Diogo Martins | Valor)

 

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.