Ativos intangíveis devem ser usados com moderação, aconselha diretor da Apsis

De acordo com Luiz Paulo Silveira, diretor da APSIS, todos os ativos intangíveis de um negócio já se encontram embutidos nos fluxos de caixa que são apresentados ao BNDES para a concessão de financiamentos. A segregação de intangíveis como capital intelectual e marcas destes fluxos de caixa envolvem critérios subjetivos e julgamentos pelos avaliadores, daí a importância da experiência destes e do acesso e conhecimento pelo mercado das metodologias utilizadas. “Ativos Intangíveis devem ser usados com moderação e prescrição médica pelos bancos”, brinca Luiz Paulo, “pois possuem uma maior tendência à superavaliação que os ativos tangíveis, podendo inclusive virar pó de uma hora para outra”.

“O processo de avaliação de intangíveis não é uma receita de bolo”, diz Luiz Paulo, “envolve experiência, know- how e julgamento.” Em muitos casos poderá ser conveniente considerar-se mais de uma abordagem e, dentro de cada abordagem, poderá haver diferentes métodos disponíveis. Ao se proceder a qualquer avaliação, onde o objetivo é estimar um Valor de Mercado, o papel do avaliador é o de adotar a abordagem e método que melhor corresponda ao que seria utilizado pelas partes da transação hipotética. Compreender a natureza e os atributos do ativo intangível objeto, bem como sua natureza e características de mercado é geralmente fator decisivo à determinação da abordagem de avaliação mais adequada, daí a importância da experiência do avaliador.

“A experiência é tão importante quanto a técnica”, diz Luiz Paulo, “pois a natureza heterogênea dos ativos intangíveis significa que raramente é possível se encontrar evidências diretas do mercado de transações envolvendo ativos idênticos. Caso haja qualquer evidência do mercado, geralmente a única evidência disponível seria em relação aos ativos que são similares, mas não idênticos. A Apsis participou de grandes operações no Brasil, e já avaliou os intangíveis de Ambev, Ipiranga, Sadia, Perdigão, Texaco, entre outros. Experiência, definitivamente, não nos falta!”.

(Luiz Paulo Silveira | Diretor da Apsis)
 

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.