Capgemini adquire CPM Braxis por mais de R$ 500 milhões

SÃO PAULO – Como adiantado pelo Valor na edição de hoje, a Capgemini, empresa francesa de serviços de Tecnologia da Informação (TI), fechou ontem a compra de 55% do capital da CPM Braxis, uma das maiores empresas brasileiras do setor. O valor do negócio chegou a R$ 517 milhões, o que avalia o total da CPM Braxis em R$ 970 milhões, segundo comunicado pelos franceses. A expectativa é de que o negócio seja concluído no começo de outubro. Pelo acordo, a Capgemini ainda tem direito a comprar os 45% restantes do capital da CPM Braxis, mas essa opção só poderá ser exercida em um prazo de três a cinco anos.

A Capgemini é a maior empresa de serviços de TI da França, com 90,2 mil funcionários e faturamento de 8,37 bilhões de euros em 2009. No Brasil, a empresa atua desde 2005, quando chegou como uma franquia. Dois anos depois, a operação foi comprada pela matriz francesa e em 2008 começou a funcionar como uma subsidiária. À época, eram 25 profissionais para cumprir um contrato com a GM. Hoje, a empresa tem 140 pessoas em seu escritório em São Paulo e mais 500 em unidades localizadas em Campinas e Gaspar, no Rio Grande do Sul. Nesses locais são atendidas com contratos as empresas Bunge, Avon, Syngenta e Unilever.

Interessada em expandir suas operações no Brasil, a Capgemini vinha negociando uma aquisição de menor porte, mas acabou mudando seus planos ao saber que a CPM Braxis estava em busca de um comprador. Com o negócio, ela adiciona 5,5 mil funcionários e 200 clientes, incluindo o Bradesco, seu maior acionista antes do negócio.

O mercado brasileiro de serviços de TI vem crescendo acima de 10% ao ano. Em 2009, a crise impôs um freio a essa expansão, mas ainda houve um crescimento significativo das operações. Segundo a consultoria IDC, o faturamento do setor de serviços de TI no Brasil avançou 4,47% em 2009, chegando a uma receita de R$ 19 bilhões.

(Gustavo Brigatto | Valor)

 

 

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.