Citrosuco e Citrovita criam líder mundial

A empresa resultante da fusão entre a Citrosuco e a Citrovita nasce com uma participação de 25% no consumo mundial de suco de laranja. Trata-se da maior processadora de suco de laranja do mundo, superando a Cutrale, segundo o presidente da Citrosuco, Tales Lemos Cupero.

A nova companhia, que ainda não tem nome definido, reúne seis fábricas em São Paulo e uma na Flórida (Estados Unidos), somando uma capacidade de processamento de aproximadamente 600 mil toneladas de suco.

A combinação dos ativos da área de suco de laranja foi anunciada hoje, sem o detalhamento do valor da transação. No negócio, o grupo Fischer, controlador da Citrosuco, terá 50% e o grupo Votorantim, dono da Citrovita, terá a outra metade.

A nova companhia tem faturamento anual de R$ 2 bilhões e incluirá, entre seus ativos, oito terminais portuários e cinco navios próprios. A expectativa é que a operação seja finalizada em um prazo máximo de nove meses.

Segundo Cupero, a lógica do negócio está na busca por competitividade no mercado internacional a partir de ganhos de escala e maior eficiência em custos. Os executivos das empresas afirmaram que haverá ganhos importantes de sinergia, mas preferiram não traçar uma projeção.

Por sua vez, Mário Bavaresco Júnior, principal executivo da Citrovita, assinalou que a operação cria uma empresa líder em custo, eficiência e qualidade no mundo, fortalecendo ainda mais a posição do Brasil no mercado internacional.

(Eduardo Laguna | Valor)

 

 

 

 

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.