Coca-Cola investe R$ 14 bilhões no Brasil até 2016

A Coca-Cola vai investir R$ 14 bilhões no Brasil até 2016. Abrirá três novas fábricas de refrigerantes: em São Gonçalo (RJ), Belo Horizonte (MG) e a terceira ainda não teve a localização definida. Hoje, a empresa tem 47 fábricas no país, das quais 38 são de refrigerantes.

No ano passado, as vendas da empresa cresceram 1% no Brasil, enquanto o mercado de refrigerantes caiu 0,5%. "Se não tivéssemos a Copa [em 2014] nem a Olimpíada [em 2016], este investimento seria feito até 2020", diz Marco Simões, vice-presidente de Comunicação e Sustentabilidade da companhia.

Além das novas fábricas, a Coca-Cola vai aumentar a oferta de produtos em todos os pontos de venda. Atualmente são um milhão. "Se hoje temos apenas uma máquina de vendas numa faculdade, por exemplo, deveremos instalar de três a cinco", diz o executivo.

O principal foco da Coca-Cola é a classe D, que começa agora a entrar no mercado. "As classes A, B consomem quanto querem. A [classe] C é um bom público, mas já está comprando. Temos agora que conquistar os consumidores que estão chegando ao mercado". Por isso, a estratégia é manter o menor preço possível. A empresa tem mais de 23 tipos de embalagens de refrigerantes para os mais variados tipos de consumidor. Desde a garrafinha de 180 ml, vendida na periferia do Rio a R$ 0,60, até a PET de três litros, distribuída em ocasiões promocionais.

(Paola de Moura | Valor)

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *