Fabricante de alimentos Yoki está à venda

A cinquentenária fabricante de cereais, farináceos, pipocas e paçoquinhas Yoki está à venda. Criada em 1960 como Kitano, que mais tarde se tornou a sua marca de chás e sopas instantâneas, a Yoki passou os últimos anos à procura de um sócio que pudesse capitalizá-la e traçar novos rumos estratégicos para a companhia, segundo apurou o Valor.
 
A empresa, que fatura pouco mais de R$ 1 bilhão, estava centrada em produtos básicos, mas desde 2008 vem dedicando maior atenção às linhas de maior valor agregado, como a Mais Vita, de produtos à base de soja, e a Yokitos, de salgadinhos. Mas precisava de um sócio para se recapitalizar e concorrer com multinacionais nessas áreas.
 
Familiar, a Yoki é comandada pelo vice-presidente, Gabriel Cherubini, de 64 anos, genro do presidente, Mitsuo Matsunaga. Uma vez que a empresa não formou sucessores, a dúvida da família estava em vender completamente o negócio ou continuar como acionista.
 
A General Mills, que deixou de produzir a massa Frescarini no Brasil, onde importa as marcas Häagen-Dazs (sorvetes) e Nature Valley (barrinha de cereais), é uma das interessadas. Procuradas, as empresas não quiseram comentar o assunto.
 
(Daniele Madureira | Valor)

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *