Fusões e aquisições crescem 50% no primeiro semestre

SÃO PAULO, 23 de julho de 2010 – A Secretaria de Direito Econômico (SDE) do Ministério da Justiça, um dos três órgãos que compõem o Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência (SBDC), recebeu, no primeiro semestre de 2010, a notificação de 332 operações de fusões e aquisições entre empresas com atuação no Brasil. Pela lei, todas as operações em que um dos grupos econômicos envolvidos tenha faturamento anual de R$ 400 milhões no Brasil ou detenham participação de pelo menos 20% do mercado afetado pela operação devem ser apresentadas às autoridades.
"Isso significa um crescimento de 50%, comparando com as 207 notificações registradas no primeiro semestre do ano passado. O que mostra uma clara recuperação da economia", avalia a diretora do Departamento de Proteção e Defesa Econômica (DPDE), Ana Paula Martinez.

Ainda segundo a diretora, o número total de operações apresentadas ao longo de 2009 foi de 476, número bastante inferior a 2008, que registrou pelo menos 604 fusões. A queda se deu por causa da crise econômica que atingiu mercados financeiros do mundo inteiro. Segundo Ana Paula Martinez, os dados registrados neste primeiro semestre de 2010 comprovam o reaquecimento da economia e colocam o país mais próximo de um recorde no número de operações de fusões e aquisições registradas ao longo de um ano.

(JB Online)
 

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.