Harris busca aquisições para expandir atuação

A Harris está procurando oportunidades de aquisição fora dos Estados Unidos para diversificar suas atividades e expandir-se além da fabricação de rádios para uso militar, disse o executivo-chefe da empresa, Howard Lance. "Algo que não fizemos durante meu mandato aqui são aquisições internacionais. Não foi por falta de procura, mas por não encontrar a [empresa] adequada", afirmou Lance, ontem, em Washington. "Continuamos avaliando aquisições estratégicas em mercados que ofereçam boas condições de crescimento."

A Harris, cuja sede fica em Melbourne, na Flórida, tem interesse em empresas na América Latina, na Ásia e no Oriente Médio, que sejam fabricantes de equipamentos e software de comunicações para os setores de energia, assistência médica e governo, disse o executivo.

A companhia quer reduzir sua dependência das Forças Armadas dos EUA, que compraram 125 mil unidades de seus rádios Falcon III, capazes de transmitir voz, dados e imagens.

Em maio, a Harris acertou a aquisição da CapRock Communications, fornecedora de satélites de comunicações para navios mercantes e plataformas petrolíferas, por US$ 525 milhões.

"Se observarmos nosso histórico ao longo de quatro ou cinco anos, promovemos aquisições entre US$ 400 milhões e US$ 600 milhões", afirmou Lance, de 54 anos, que assumiu o cargo de executivo-chefe da Harris em janeiro de 2003. "Claramente, vemos essa faixa como nosso ponto ideal."

A Harris, que registrou vendas de US$ 5,01 bilhões no ano encerrado em junho de 2009, também comprou, em maio, a empresa de software SignaCert, de capital fechado, por uma quantia não revelada. Em abril de 2009, a Harris comprou a unidade sem fio da Tyco Electronics, por US$ 675 milhões.

(Valor)
 
 

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.