Lojas Americanas investirá R$ 1 bilhão até 2013

São Paulo – A Lojas Americanas, durante a audioconferência de resultados da companhia, anunciou que investirá 1 bilhão de reais até 2013 para a ampliação de seus negócios no país. Desse montante, 720 milhões de reais serão destinados a reformas e inauguração de 400 lojas. Os outros 280 milhões de reais serão aplicados em sistemas de tecnologia, operações e logística.

Nesse segundo bloco, está incluído o investimento para a abertura de dois novos centros de distribuição da companhia, um na região centro-oeste e outro no sul do país. Os lugares onde os novos centros serão construídos ainda não foram definidos, bem como a data de entrega dos mesmos. "É certo que não será neste segundo semestre de 2010", afirmou Pedro Donda, presidente da Americanas.com.

Metade das novas lojas será aberta na região sudeste do país. Outras 90 serão construídas no nordeste, 80 no centro-oeste e norte e mais 30 no sul. No total, até 2013, a Lojas Americanas contará com 876 lojas no Brasil.

"A intenção é abrir cerca de 100 lojas a cada ano, sempre seguindo um rigor de análise de retorno, expectativa de vendas e geração de caixas", disse Donda.

Além das lojas inauguradas, a companhia tem outras 49 inaugurações programadas e outros sete contratos de abertura de loja para 2010 em elaboração. A evolução do número de lojas da empresa seguirá a proporção de 70% em lojas tradicionais (área média de vendas de até 1.500 metros quadrados) e 30% em lojas Express (área média de vendas de até 500 metros quadrados).

"Uma das grandes vantagens de nosso negócio é essa flexibilidade que temos em adaptar o tamanho das nossas lojas ao espaço adequado a cada região", disse o executivo.

Lucro 368,9% maior

A Lojas Americanas, que inclui as operações da controlada B2W, registrou no segundo trimestre um lucro líquido consolidado de 28,6 milhões de reais, crescimento de 368,9% ante os 6,1 milhões de reais do mesmo intervalo de 2009.

O ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação de amortização) da companhia foi de 248,2 milhões de reais, alta de 19,9% ante os 207 milhões de reais do segundo trimestre de 2009. A margem da empresa atingiu 11,4%, ante 10,2% do mesmo período do ano passado.

A receita líquida da companhia atingiu 2,174 bilhões de reais, 7% acima dos 2,032 bilhões de reais alcançados no ano anterior. Já o resultado financeiro líquido representou uma despesa de 138,2 milhões de reais, 2,7% acima dos 134,6 milhões de reais do segundo trimestre do ano passado.

A Financeira Americanas Itaú (FAI) encerrou o primeiro semestre do ano com cerca de 2,7 milhões de cartões emitidos e 899 milhões de reais em volume de recebíveis. Ao final de junho, a participação dos cartões da FAI (private label e co-branded) atingiu 15% das vendas da controladora.

"Para atingir esse resultado, buscamos a harmonia das variáveis do negócio – crescimento de receita, seguros e redução de despesas, por meio de uma concessão de créditos mais criteriosa", afirmou Donda. "Tem dado certo, mas sabemos que temos um potencial para crescer muito mais".

(Tatiana Vaz | Portal Exame)

 

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.