MMX compra mineradora por US$ 50,8 milhões

São Paulo – A MMX, fundada pelo empresário Eike Batista, concluiu a compra de 60% da GVA Mineração por 50,8 milhões de dólares. A aquisição será feita por meio de uma controlada da MMX, a AVG Mineração. A AVG já detinha 40% do capital da GVA

A transação aumenta o estoque de minério da MMX, num momento em que os analistas mostram-se preocupados com a capacidade da empresa de honrar seus compromissos. Um exemplo é o contrato assinado com a siderúrgica chinesa Wuhan Steel no ano passado, que prevê fornecimento de minério por 30 anos. O problema é que, para cumpri-lo, a MMX conta com minas arrendadas, cujo contrato é de 20 anos.

A GVA possui 13,4 milhões de toneladas de minério de ferro parcialmente processados, localizados na região de Serra Azul, no Quadrilátero Ferrífero de Minas Gerais. Esse material vai elevar a capacidade produtiva da MMX em 1,3 milhão de toneladas de minério por ano. A capacidade adicional de processamento será entregue em 2011, com efeito na produção a partir de 2012.

No comunicado, a MMX também destaca que o negócio vai reduzir seu custo médio de produção, já que o material adquirido junto com a GVA já é parcialmente processado.

(Márcio Juliboni | Portal Exame)

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.