Pague Menos pode captar R$ 800 milhões em IPO

A rede de farmácias Pague Menos estima captar cerca de R$ 800 milhões em sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), segundo fontes com conhecimento da operação ouvidas pela Agência Estado.

É claro que vai depender do apetite dos investidores, mas será um valor bastante significativo, afirmou uma fonte. Caso atinja o montante previsto, o IPO da Pague Menos será o segundo maior do ano, atrás apenas da abertura de capital do banco de investimento BTG Pactual, que captou R$ 3,6 bilhões.
 
O montante será investido em abertura, ampliação e reforma de lojas, bem como na Dupar, outro negócio da família para alugar imóveis à rede de farmácias. A empresa aguarda a avaliação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para dar continuidade ao processo de abertura de capital. O roadshow para investidores deve ter início na segunda semana de outubro. Os bancos Itaú BBA, Credit Suisse, BB Investimentos e Santander coordenam a operação.
 
A Pague Menos vai à Bolsa levantar recursos para financiar o seu plano de expansão. Criada em 1981 pelo empresário Deusmar de Queirós, a rede caiu da primeira para a terceira posição no varejo farmacêutico em 2011, após duas grandes fusões – da Drogasil com a Droga Raia e da Drogaria São Paulo com a Pacheco -, segundo a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma). AS informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

(Estadão)

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *