Romi apresenta oferta hostil a empresa americana

A fabricante de máquinas-ferramenta Romi anunciou, nesta quarta-feira (4/2), que apresentou uma oferta hostil de compra de 100% das ações da companhia americana Hardinge. Segundo o comunicado, a companhia brasileira deve pagar 8,00 dólares por ação da americana.

A oferta da Romi representa um prêmio superior a 46% em relação ao preço de fechamento da ação da Hardinge na quarta-feira (3/2). A oferta não está sujeita a nenhuma condição de financiamento e será financiada inteiramente por recursos próprios da companhia.
?Juntos, poderemos criar uma forte e diversificada plataforma global para o negócio de máquinas-ferramenta" disse Livaldo Aguiar dos Santos, diretor presidente da Romi, justificando a oferta. O presidente afirma que a proposta de pagamento em dinheiro dá liquidez imediata à operação, "em valor superior às perspectivas futuras da Hardinge como uma sociedade independente".

De acordo com o executivo, a intenção da Romi é manter uma presença forte em Nova York, onde está localizada a matriz da Hardinge. Há pelo menos dois meses a brasileira tenta negociar com a Hardinge para definir os termos de uma possível compra. Até esta quinta-feira, a empresa norte-americana se recusou a dialogar sobre a transação.

Com a notícia da oferta, as ações da Hardinge na bolsa americana Nasdaq (HDNG) subiram 45%, segundo informações do canal de finanças da rede CNN. Na BM&FBovespa, as ações da Romi (ROMI3) registravam queda de 2,44% às 15h07, sendo negociadas a 14,00 reais.

(Portal Exame)

 

 

 

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.