Total torna-se principal sócia da americana Amyris

A divisão de gás e energia do grupo petrolífero francês Total fechou a compra de 17% de participação na empresa americana Amyris, para a produção de especialidades químicas a partir da biomassa. O negócio, concluído no dia 19, ficou entre US$ 133 milhões e US$ 147 milhões, afirmou John Melo, principal executivo da companhia americana.

Entre o fim de 2009 e início deste ano, a Amyris fechou acordo com grandes grupos sucroalcooleiros, como Cosan, São Martinho, Bunge e Açúcar Guarani, com o objetivo de produzir farneseno, um componente químico resultado da fermentação do caldo de cana com leveduras, com a tecnologia desenvolvida pela americana.

Em comunicado, a Total informou que deverá nomear um membro para o conselho de administração da companhia. Com esse acordo, as equipes de pesquisa e desenvolvimento das duas empresas vão trabalhar, juntas, para desenvolver novos produtos e maneiras de produzir e comercializar combustíveis orgânicos e produtos químicos a partir de matérias-primas renováveis.

Segundo Melo, a Total passa a ser o sócio de participação mais relevante da companhia. Entre os acionistas estão também o fundo Texas Pacific Group (TGP) e o megainvestidor Vinod Khosla.

A produção da Amyris no Brasil deverá começar em escala industrial a partir do início de 2011. Melo informou que neste ano a produção será em pequena escala, somente para testes.

A Amyris chegou ao Brasil em 2008, quando firmou um acordo com a Santelisa Vale, de Sertãozinho (SP), que foi incorporada pela francesa Louis Dreyfus. A união não foi para frente, uma vez que a Santelisa passava por um momento financeiro delicado, o que levou a americana a procurar novos parceiros.
 
(Mônica Scaramuzzo | Valor)

 

 

 

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.