Totvs acerta parceria com universidades americanas

A Totvs é cliente Apsis desde 2007, e vem contratando diversos serviços da área de Business Valuation em seus processos de aquisição de empresas.

No mundo do software, ingressar em mercados internacionais não é fácil, mesmo para uma companhia como a Totvs, a maior empresa brasileira do setor e uma das maiores do mundo no segmento de gestão empresarial. É por isso que a empresa decidiu, agora, buscar no Vale do Silício, berço das companhias americanas de tecnologia da informação (TI), a ajuda necessária para avaliar o quanto seus produtos e serviços estão adaptados ao "modus operandi" dos potenciais clientes internacionais. A meta é fazer frente, também fora da América Latina, aos grandes concorrentes externos, como SAP, Oracle, Infor e Microsoft.
Duas universidades da Califórnia, ambas referências na área de TI, foram contratadas pela Totvs: a Universidade de Stanford e a San Jose State (SJSU).
A porta de entrada dessa nova fase será o mercado americano. "Os Estados Unidos são o maior comprador de tecnologia do mundo. Se estivermos prontos para atuar lá, estaremos prontos para atuar em qualquer lugar", diz Weber Canova, vice-presidente de tecnologia e inovação da Totvs.
A Universidade de Stanford – onde surgiram projetos que deram origem a empresas como o Google -, ficará responsável pela identificação de novos negócios no mercado americano. A instituição fará análises dos sistemas de gestão da Totvs e conduzirá pesquisas sobre as qualidades e fragilidades da companhia e as tecnologias nas quais ela precisa investir no futuro.
Já a SJSU conduzirá estudos sobre um ponto aparentemente secundário, mas essencial para o setor de software – o ambiente de desenvolvimento dos programas. A ideia é avaliar todas as ferramentas e metodologias de criação de software. Para a Totvs, isso pode abrir uma nova frente de negócio: a venda desse kit para programadores de todo o mundo. O produto já tem nome: Totvs By You. Com o o kit, os profissionais poderão criar sistemas que complementam as ofertas da Totvs em segmentos específicos ou produtos completos, que não precisam dos sistemas da companhia para funcionar.
Sob essa estratégia, a Totvs aumenta o número de itens disponíveis aos clientes sem ter que investir diretamente no aumento de sua estrutura. O modelo já é adotado pela SAP, com o Netweaver, e pela Oracle, com o Fusion.
Segundo Canova, a expectativa é colocar a nova linha de negócios em funcionamento em 2011. "Teremos muito trabalho este ano para criar toda a documentação e a estrutura de suporte aos desenvolvedores que usarem o Totvs By You", diz o executivo.
O trabalho com a SJSU começou em março e tem duração prevista de seis meses. Segundo Timothy Hill, chefe do departamento de sistemas da informação da universidade, existe potencial para que o projeto vá além dessa primeira fase.
O professor, que nunca havia viajado ao Brasil, se diz surpreso com o nível de avanço técnico e com o modelo de negócios da Totvs. De acordo com Hill, é a primeira vez que a SJSU faz um projeto de consultoria para uma empresa de fora do Vale do Silício. "Trabalhar com uma companhia com esse perfil será uma boa experiência", diz.
A Totvs não revela o investimento feito na contratação das universidades americanas. Os recursos fazem parte do orçamento de pesquisa e desenvolvimento que, em 2009, foi de R$ 118 milhões. O acordo com a Totvs vai ajudar a SJSU a manter três disciplinas no próximo semestre, o que beneficiará mais de 130 alunos, diz Hill.
Para a SJSU, que é uma universidade pública, os recursos vêm em boa hora. Diferentemente do modelo brasileiro, nos EUA o ensino não é totalmente gratuito. Os alunos pagam metade do curso. Mesmo assim, a universidade vem sofrendo com os constantes cortes de orçamento feitos pelo Estado da Califórnia, um dos mais afetados pela crise econômica nos Estados Unidos.
A instituição já reduziu em 5 mil o número de alunos admitidos em seus cursos. Na semana passada, foi anunciada a demissão de 76 funcionários e o fechamento de 56 posições que estavam em aberto.
Segundo pesquisa da consultoria Gartner, em 2008 a Totvs era a sétima maior empresa de sistemas de gestão do mundo, com faturamento de US$ 284 milhões. A companhia obteve receita de R$ 988,7 milhões no ano passado. O lucro líquido foi de R$ 120,3 milhões, equivalente a um crescimento de 150% frente a 2008. Fora da América Latina, a companhia tem uma subsidiária em Portugal e uma franquia em Angola.”

(Gustavo Brigatto | Valor)

 

 

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.