Vendas da Nova Globex crescem 26,3% no primeiro semestre

SÃO PAULO – A Nova Globex, empresa resultante da fusão entre as bandeiras Casas Bahia e Ponto frio, apresentou no primeiro semestre deste ano um crescimento de 26,3% nas vendas no conceito mesmas lojas em relação ao mesmo período de 2009, segundo apresentação a investidores divulgada há pouco no site da companhia. Isso representou uma receita bruta total de R$ 8,946 bilhões. Os números são pro forma.

No primeiro semestre, a bandeira Casas Bahia registrou vendas brutas de R$ 6,562 bilhões, o que significou uma alta de 22% no conceito mesmas lojas. Já o Ponto Frio teve receita bruta de R$ 2,136 bilhões e um incremento de 36,3% nas vendas mesmas lojas. Já o Extra Eletro registrou faturamento bruto de R$ 248 mil, com vendas mesmas lojas 23,3% acima de igual intervalo de 2009.

A Nova Globex deverá registrar vendas brutas acima de R$ 20 bilhões em 2011. A empresa informou ainda as expectativas para o próximo ano de uma margem bruta acima de 25,5% e de margem Ebtida entre 4,5% e 6%, ambas com relação às vendas líquidas. Já o resultado financeiro deverá ficar negativo entre 3,5% e 4,5%.

Segundo a companhia, os investimentos em 2011 devem ficar na faixa entre R$ 100 milhões e R$ 120 milhões. Deste montante, estão previstos R$ 33,4 milhões para a abertura de 15 novas unidades, sendo 10 da Casas Bahia e 5 do Ponto Frio. Para 2011, em reformas e conversões serão aplicados R$ 40 milhões. Este ano, a companhia não investiu em novas lojas, apenas destinou R$ 23,5 milhões para a conversão de 47 unidades.

A empresa informou ainda a expectativa para o início de 2011 de registrar um patrimônio líquido de R$ 2,9 bilhões, com uma dívida líquida de R$ 200 milhões. "Contingências anteriores à data da incorporação são de responsabilidade dos controladores de origem dos respectivos ativos", afirmou a apresentação.

As projeções não contemplam as operações de comércio eletrônico. Segundo a apresentação, após o aditivo do contrato de associação assinado em 1º de julho deste ano, a nova empresa resultante da associação deverá ser formada em novembro. A nova empresa conta com 1.022 lojas em 12 estados, sendo 197 em shopping centers.

(Rodrigo Petry | O Estado de São Paulo)

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.