Vierci estuda ter supermercados no Brasil

Depois de fazer sua estreia no mercado brasileiro com a inauguração do primeiro restaurante da rede Burger King em Santa Catarina, no dia 22, o grupo paraguaio Vierci, um dos maiores daquele país com 6,5 mil funcionários, planeja ampliar os negócios no Brasil.

"Queremos que a marca Burger King em Santa Catarina seja o nosso cartão de entrada no país, mas temos planos para fazer outros investimentos", diz o paulista Dino Vitti, gerente-geral do grupo em Santa Catarina.

Há estudos para que o Vierci também opere no Brasil com supermercados, uma vez que esse é hoje o seu principal negócio no Paraguai, onde é dono das redes Super Seis e da rede Stock. Juntas, elas somam 32 supermercados de médio porte.

Segundo Vitti, não há ainda uma data para o início das operações de supermercados, mas a intenção do grupo envolve, neste caso, não só Santa Catarina (como ocorre com as operações de fast food), mas também Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo. A ideia é atuar com um parceiro brasileiro, que já conheça as particularidades das operações do varejo supermercadista no país.

Franqueados exclusivos da cadeia de fast food no Paraguai e no Uruguai, o grupo abriu o primeiro restaurante Burger King em Santa Catarina no Balneário Camboriú Shopping. Vitti diz que as negociações para chegar ao Estado partiram da matriz do grupo americano, em Miami, por conta do cumprimento da expansão da rede nos países onde o Vierci já é franqueado do Burger King. "Dentre os Estados onde o Burger King ainda não estava presente no Brasil, havia Santa Catarina, onde existia o interesse da corporação por conta da renda mais alta, dos hábitos de consumo apropriados para a chegada da marca e pela alta densidade demográfica", diz.

A Burger King já estava em 14 Estados brasileiros, sendo Santa Catarina o 15º Estado onde aporta. O Vierci detém 10 lojas da rede no Paraguai, onde iniciou as operações há quatro anos, e outras 4 lojas Burger King no Uruguai, onde começou há dois anos.

A escolha de Balneário Camboriú como o local de estreia tem relação, principalmente, com o fato de a cidade ser um dos principais polos turísticos do Estado, sendo representativo para a chegada de uma marca nova para os catarinenses. Além disso, Vitti afirma que há a importância logística, pois a cidade está literalmente localizada no meio do litoral do Estado, permitindo que as operações de fiscalização dos restaurantes sejam facilitadas quando a operação estiver maior em Santa Catarina.

A intenção do grupo paraguaio é ter cerca de 30 lanchonetes em cinco anos no mercado catarinense. O seu principal concorrente, a rede McDonald´s, possui 17 unidades no Estado.

Já estão acertadas a abertura, até março, de mais dois restaurantes Burger King em Santa Catarina, sendo um em Blumenau, no shopping Neumarkt, e outro em Joinville, no Joinville Garten Shopping. Esses dois shoppings são administrados pelo grupo Almeida Jr, com o qual o Vierci já mantém relações, uma vez que este também administra o Balneário Camboriú shopping, por onde os negócios no Brasil estão iniciando.

O grupo paraguaio não revela o seu faturamento e nem o volume de investimentos já feitos no Brasil, tampouco a programação para os próximos anos. Vitti diz apenas que estão sendo usados recursos próprios do grupo.

Criado em 1967, o grupo Vierci é uma empresa familiar, sediada em Assunção. Além das operações de varejo e de fast food no Paraguai e Uruguai, atua em diversas outras áreas, como distribuição de alimentos e comunicação, sendo dono da rede de TV Telefuturo e também do jornal Ultima Hora.

(Vanessa Jurgenfeld – Valor)

 

 

 

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.