Comissão da Câmara aprova proposta que regulamenta mercado de créditos de carbono

A criação do Mercado Brasileiro de Redução de Emissões (MBRE), o qual regulamenta o mercado de crédito de carbono no Brasil, demonstra como o caminho para a descarbonização da economia é irreversível e gera oportunidades em diversas áreas, especialmente no Brasil, que tem um potencial gigante nesse mercado, como nos setores florestal, energético e de gestão de resíduos.

Só com a preservação da Amazônia, os créditos de carbono podem render US$ 10 bilhões ao ano, estima o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS).

O manejo florestal sustentável e regulado de produtos florestais não madeireiros e madeireiros de alto valor agregado representa uma grande oportunidade para o desenvolvimento sustentável não só da Amazônia Legal mas também de todo o Brasil, gerando renda para comunidades locais tradicionais e preservando a floresta em pé.

Time Apsis | Fabiano Machado

Apsis Avalia

+ posts

Share this post

Comment (1)

  • Ana Osorio Reply

    Excelentes oportunidades de fazer o bem para o planeta, de forma rentável!!!!!

    03/07/2021 at 04:56

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.