Apsis como referência no mercado de consultoria

Um grupo de estudantes do Master of Business Administration da Kellogg School of Management, uma das principais instituições de ensino de administração de empresas no mundo, esteve no país colhendo informações para o seu trabalho “Attracting Private Capital to Brazilian Infrastructure: An Analysis of An Emerging Asset Class”. Com o governo brasileiro investindo bilhões de dólares em infra estrutura para a Copa do Mundo 2014 e os Jogos Olímpicos 2016, o grupo visitou a sede da Apsis no Rio de Janeiro, para saber o seu ponto de vista sobre como o Brasil vem se comportando para atrair investimentos privados e minimizar os riscos para estes investidores.

Segundo Hildete Vodopive, Mestranda em História Econômica na Sorbonne em Paris*, “o Brasil é, depois da China, o emergente de maior interesse no mercado financeiro internacional. O bom momento da economia doméstica é apenas a ponta do iceberg. O teste de estabilidade que passamos nestes oito anos de governo do PT e a boa governança regulatória do sistema financeiro são música para os ouvidos dos investidores de qualquer lugar do mundo. Isso não quer dizer que não tenhamos muito dever de casa ainda para fazer. Os investidores que conhecem o Brasil são os mais qualificados ou os acadêmicos. Muitas empresas brasileiras de primeiro time ainda são desconhecidas aqui fora. Temos muito trabalho pela frente, principalmente em marketing, para aproveitar as boas oportunidades que se apresentam”. 

*Hildete Vodopive pesquisa a internacionalização das empresas brasileiras e é Conselheira da Apimec Rio.
 

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.