Marfrig quer Seara como marca global

O Marfrig não vai mais às compras. Após a aquisição de 40 empresas, Marcos Antonio Molina dos Santos, presidente do grupo, diz que agora é hora de buscar mais clientes, principalmente com a oferta de produtos de maior valor agregado, informam Mauro Zafalon e Tatiana Freitas.
A Folha apurou que a busca do crescimento se dará com a integração entre as empresas do grupo, que, geograficamente, ocupam cinco continentes.

"Nós já temos tudo. Os melhores clientes, os melhores fornecedores e os melhores parceiros. Qual o nosso desafio agora? Ficarmos mais eficientes", diz Molina.

A informação foi dada à Folha no escritório da empresa, em São Paulo, após o jogo entre Brasil e Portugal, quando a transmissão da Fifa expôs para o mundo a Seara, marca que o grupo quer transformar em carro-chefe mundial de seus produtos.

A partir de agora, os consumidores brasileiros verão com mais frequência a marca Seara nos locais de compra, o que ocorrerá também fora do Brasil. As indústrias do grupo no exterior também passarão a comercializar a marca, inclusive nos EUA.

(Folha Online)

 

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.