Dica de Valor: Viajando pela França com charme e valor

Quem gosta de viajar procura sempre tirar o máximo do seu orçamento, viajar mais tempo, com o maior conforto possível.

Ser turista é divertido, principalmente quando mergulhamos na vida local de forma autêntica. Eu gosto de experimentar o estilo de vida, conversar com as pessoas do lugar e procurar apreender as diferenças com a minha própria cultura.

Muitas vezes, ficar em hotéis dificulta esta proximidade. Claro que existem os hotéis de charme, os históricos, as fazendas, os castelos, os spas maravilhosos. Nada de errado em aproveitar o estilo e o luxo. Entretanto, estilo e luxo nem sempre são a vida real de um lugar. Além disso, há de se considerar o aspecto custo. Se a ideia é passar uma temporada, os grandes hotéis acabam ficando proibitivos para a maioria dos mortais.

Na França, encontrei uma forma de conciliar a relação charme/custo me hospedando em chambre d’hôte ou em gîtes. São o equivalente ao que chamamos “pensão” em português. Mas, na França, além de pagar menos, em geral estes lugares são charmosos e nos permitem conhecer mais de perto como vivem as pessoas do lugar.

A diferença entre chambre d’hôte e gîte é muito pequena. No chambre d’hôte você vai ficar na casa de alguém. Dividir o cotidiano de forma mais próxima. No gîte, por outro lado, você fica em uma casa independente, que pode ser um anexo à casa principal ou não. Muitos têm cozinha e permitem que se façam refeições por lá, o que também é ótimo. Nos dois casos, o café da manhã em geral é oferecido.

Para procurar onde ficar, existem sites na internet que funcionam como guias. Um dos que eu gosto é o site Gîtes de France (www.gîtes-de-france.com).  Lá você encontra  mais de 43 mil endereços. Além disso, os quartos são classificados em cinco categorias, que variam de simples a conforto excepcional, com vista e equipamentos de lazer, como piscina ou outros e, claro, banheiro.

Na hora de reservar, não se esqueça de confirmar se o quarto tem banheiro. E lembre que, na França, é importante especificar: WC, ducha ou banheira. Pode acontecer de um quarto ter apenas ducha, um lavabo, e não ter WC. Como cortesia, informe a hora que vai chegar para que a pessoa esteja esperando você.

Outro ponto importante para lembrar é que como está se tratando com particulares, o pagamento em geral é feito em dinheiro.

Mesmo com estas limitações, ficar nestes lugares pode ser uma experiência enriquecedora. Aconselho fortemente.

(Hildete Vodopives – Conselheira da Apsis Consultoria)

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.