esg

ESG para quem?

Como a ESG pode auxiliar empresas em busca de um norte sustentável?

Visto que o mercado financeiro tem dado preferência a empresas que implementem ações de ESG, as companhias precisam colocar em pauta estratégias em conformidade com esses critérios. 

É importante que essas iniciativas sejam estabelecidas a longo prazo no planejamento central das corporações e que essas discussões não estejam limitadas ao setor de responsabilidade social das organizações. 

O tema deve ser integrado à mitigação de riscos das empresas e as companhias não devem focar somente em obter ganhos financeiros, mas em colaborar com medidas em prol do desenvolvimento da comunidade e da qualidade de vida dos funcionários, por exemplo. 

Nesse sentido, explicaremos adiante o que é o ESG e como essa pode ser uma bússola para ajudar empresas em direção a um parâmetro de sustentabilidade. Confira!

O que é o ESG? 

É provável que você já tenha ouvido falar em ESG, sigla em inglês para Environmental, Social and Governance. A sigla ESG surgiu em uma publicação do Pacto Global da ONU, em parceria com o Banco Mundial, em 2004, chamada Who Cares Wins (Quem se importa ganha, em tradução livre).

A versão da sigla em português é ASG (Ambiental, Social e Governança). Esse termo se refere a práticas que demonstram o compromisso de empresas com relação aos três temas que integram a abreviação. Confira alguns exemplos de ações correspondentes a cada letra dessa sigla!

Ambiental

Primeiramente, envolve a atuação na mitigação de impactos ambientais, como a compensação ou redução das emissões de carbono, eliminação do desmatamento ilegal e gestão de resíduos. Um exemplo que podemos citar é a Braskem, que deixou de emitir 25 milhões de toneladas de CO2. Esse número corresponde a uma redução de 20% da intensidade de emissão nas suas operações. 

Social

Já o ponto social é relativo ao cumprimento da legislação trabalhista, ao respeito aos direitos humanos, ao relacionamento com a comunidade e à proteção dos dados. Da mesma forma que incentivar a diversidade nas equipes, melhorar o relacionamento com os clientes e ampliar o treinamento da força de trabalho são pontos que as organizações podem desenvolver.  

Governança

Por último, a governança está relacionada à conduta empresarial, estabelecimento de canais de denúncias e combate à corrupção. Nesse sentido, a representatividade feminina em cargos de chefia é mais um assunto que vem ganhando destaque.

A Magazine Luiza alcançou o segundo lugar no levantamento da Teva Índices, que analisou o número de mulheres nos conselhos de administração de empresas, ficando atrás do Banco BMG. São três mulheres e quatro homens no conselho da Magalu.

Como está o cenário do ESG no Brasil? 

No Brasil, os números relativos à adoção de critérios ESG na seleção de investimentos apresentam crescimento. Conforme a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), no ano passado, os fundos ESG alcançaram cerca de R$ 700 milhões, quase o triplo do valor registrado em 2019.

Porém, as empresas brasileiras ainda passam por um momento de transição. Ao levar em conta o anuário de sustentabilidade da S&P Global de 2021, só quatro organizações do país ganharam destaque, nas categorias Silver Class e Bronze Class: Bradesco, BB, Eletrobras e Cemig. 

Esse anuário considera a pontuação do Corporate Sustainability Assessment (CSA), um questionário que serve de base para índices ESG. O Brasil não teve nenhum representante no top 1%, que corresponde ao Gold Class. Mais de 7 mil empresas passaram por essa avaliação. A participação foi estimulada, entre outros fatores, pela pandemia de covid-19.

Porque o ESG é importante para fechar negócios? 

Só para se ter uma ideia, no ano passado, a BlackRock, reconhecida como a maior gestora de fundos do mundo, anunciou que as empresas que não incorporassem práticas nesse sentido ficariam sem capital.

Ademais, um estudo publicado neste ano pelo BlackRock Investment Institute (BII), segmento de pesquisas econômicas da gestora, informou que a conservação do meio ambiente tem potencial de resultar em ganhos da ordem de 25% ao ano. 

Como implantar o ESG nas empresas? 

Em artigo publicado pela Exame, o diretor-executivo da Rede Brasil do Pacto Global, Carlo Pereira, usou como referência uma usina elétrica para explicar como adotar critérios ESG. Conforme parâmetros da International Finance Corporation (IFC), do Banco Mundial e da International Hydropower Association (IHA), a empresa deve observar questões como:

  • gestão ambiental e social;
  • mitigação e resiliência às mudanças do clima;
  • biodiversidade; 
  • padrão de qualidade da água;
  • população indígena; 
  • recurso hidrológico; 
  • governança e aquisições;
  • condições de trabalho das equipes.

Para entender se a sua empresa está em conformidade com as práticas ESG, a Apsis desenvolveu um índice próprio, usando a base de dados Refinitiv,  para classificar como a organização está dentro do segmento dela, o ISC (índice de sustentabilidade corporativa). Entre os princípios que devem ser observados, estão a proteção de direitos humanos, reconhecidos internacionalmente. 

As organizações ainda devem apoiar a liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva. Outra iniciativa importante é a eliminação da discriminação no emprego.

Já em relação ao meio ambiente, as companhias precisam incentivar o desenvolvimento e a difusão de tecnologias que sejam ambientalmente amigáveis. De outro modo, as corporações devem combater todas as formas de corrupção, incluindo extorsão e propina.

Um ESG assessment é capaz de auxiliar as empresas a identificar os riscos em relação a esses parâmetros. Bem como pode colaborar no diagnóstico das ações que serão necessárias para solucionar eventuais desafios, a fim de atrair o interesse de investidores e consumidores.   

Conheça as soluções da Apsis

Há empresas que já colocam em prática ações ESG, mas ainda não sabem identificá-las. Do mesmo modo, outras companhias precisam ampliar essas medidas e ganhar um potencial competitivo no mercado.   

A missão da Apsis é orientar os clientes com excelência em relação à melhor maneira de identificar, mensurar, gerir e otimizar os seus valores. Quer descobrir se a sua empresa vale mais com ações ESG? Entre em contato conosco para saber mais!

+ posts

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *